quinta-feira, abril 28, 2005

Mexendo com a massa



Durante esta última semana, vários comentaristas esportivos espalharam o receio de que Romário fosse vaiado pela cruel torcida paulista, justamente na noite de sua despedida do selecionado canarinho. Falavam do bairrismo, lembravam uma suposta rejeição ao peixe.

Quanta pataquada mediática, meu Deus. Mas ontem o Pacaembu deu sua resposta.

Como se sabe, o jogo era também parte das comemorações dos 40 anos da platinada Rede Globo de Televisão. O baixinho marrento foi devidamente ovacionado ao sair de campo. Minutos mais tarde, porém, a torcida não demonstrou nenhuma caridade. Ouvia-se claramente pela TV um canto melodioso:

GALVÃÃUN, *%IAADO!!

E depois, num ritmo mais marcado:

Ê, GALVÃO, VAI TOMAR NO #*!!

Mais tarde, ainda viria o melhor da noite:

ÉSSEE, BÊ-TÊ!!

Sensacional.

Nunca subestimem a horda paulista. Ela sabe escolher suas vítimas com precisão cirúrgica e leves toques de ironia.

Um comentário:

Maninha disse...

SEN-SA-CIO-NAL, Albertô