terça-feira, maio 24, 2005

Formando opiniões



A ex-modelo Betty Lago falava sobre o impacto que foi desembarcar pela primeira vez na cidade de Nova York, em 1976, quando, de repente, ouve-se no estúdio: “Nhééééééé!”. Sim, parecia um bezerro desmamado chorando – onde, como, por quê? –, mas era só Luana Piovani usando seus dotes de atriz para fazer uma intervenção onomatopéica na fala da amiga. “Eu nascendo e ela já bombando em Nova York”, disse Luana, 29 anos, logo em seguida. Pois é, a cena aconteceu, acreditem. Foi na quarta-feira à noite, na estréia da nova temporada do programa “Saia Justa”, do GNT. Quem viu, teve vontade de chorar. Mesmo. “Nhééééééé!”


Sei que abuso em linkar o NoMínimo, mas este texto do Marcelo Camacho não se pode perder. Nada contra Luana, é claro. Afinal, na mesma matéria, ainda ficamos sabendo que ela até anda se exercitando com os livros. Benzadeus.

Mas fico pensando no tamanho desserviço que Paulo Francis, Lucas Mendes e seus amigos prestaram a civilização tupiniquim. Afinal, o saudoso Manhattan Connection acabou lançando moda e agora a TV brasileira parece recheada de rodas de bate-papo solto entre célebres formadores-de-opinião. Repare, tem até no SBT.

O resultado é mais pernicioso para o futuro da Nação que qualquer cartilha do Ministro Gil. Lá dentro da telinha, um bando de gente num papo besta, inventando opinião e se fazendo de sabido, sem nenhuma pauta e muito menos informacão. Aqui fora, outro bando consumindo conversa-fiada travestida de verdade inexorável.

O pior é que a droga é forte, atrai e vicía numa piscadela. Só consigo escapar porque sofro da já afamada "vergonha alheia" - se vejo um sujeito ameaçar falar besteira, me constranjo e mudo de canal. Pena, porque com um pouco mais de frieza daria para me divertir um bocado.

É fato. Paulo Francis, quem diria, acabou no Irajá e se chama Galisteu. E agora todos dão bola para o que ele, ou melhor, ela fala. E que Deus proteja minha fé na democracia, porque tá difícil.

5 comentários:

Gravataí Merengue disse...

Tá, legal.

O macarrão vai rolar na sexta-feira, ok? Certo?

Vamos mandar aqueles emails coletivos, para já ir combinando exatamente o que vamos comer e os horários.

Abs

Gravata

drex disse...

Vc está cada vez mais germânico, meu caro.

Natygirl disse...

meda... muita meda...

beijos, viu?

ludovico disse...

Eu lamento tanto não ter tido idade para assistir ao Manhattan Conection com o Francis. Vi apenas uns melhores momentos num programa especial. Mas li alguns comentários dele sobre assuntos diversos neste site: http://hps.infolink.com.br/paulofrancis/. Há muita inteligência, bom humor. Politicamente incorreto, como convém. Mas vejo o programa aos domingos, pelo Mainardi. Vez ou outra ele achincalha o Chico Buarque ou Star Wars. Não que eu concorde, mas me divirto. O sujeito ao menos tem uma opinião. Quanto à Luana Piovani: she's pretty, mas que deselegância. A GNT, no geral, virou emissora para comadres.

E obrigado pelos elogios aos meus textos, rapaz. Repasso-os todos para os seus.

;]

Abraço!

drex disse...

Ludovico, é isso aí. Nem entro no mérito da qualidade do Manhattan. Mas, concorde-se ou não com as opiniões, uma coisa é ficar escutando o papo do Francis com o Lucas Mendes, outra coisa é ouvir a Hebe Camargo conversar com o Cacá Rosset, ou assitir aos VJs da MTV trocarem suas figurinhas. Abraço!

Naty, saudades menina. Vais estar em Sampa neste feriado? Beijocas...