quinta-feira, agosto 11, 2005

Blue






O Jonas não gostou:

Em seu quarto disco - sintomaticamente intitulado Los Hermanos 4 - (...) os refrões são ainda mais escassos, as melodias, a princípio, menos assimiláveis e os arranjos não exatamente envolventes. Ainda assim, não é tão ousado e radical quanto pinta. (...) é lento, muito lento. Cansativo, em vários trechos.


Já o Carlos Eduardo Lima, esse gostou:.

Los Hermanos 4 é rico em nuances, é lento, é anti-rádio, é bonito pacas, é atemporal e pode ser clássico. (...) Não tem paralelos com o que é feito no Brasil hoje em dia.


Todo o resto que li, tanto na internet quanto na imprensa, gira em torno desses dois pólos. Quem está com a razão? Talvez a razão tenha pouco a ver com isso.

Particularmente, ainda penso que é cedo para emitir um veredicto. Bem diferente das anteriores, esta quarta criação dos Hermanos não é um álbum que te recebe de braços abertos, te dizendo olá com um sorriso rasgado no rosto. Definitivamente não. Ao contrário, é muito mais como aquela menina calada, cujo ar de mistério te confunde a cuca ao misturar timidez com auto-suficiência, introversão com olhares altivos. E só aos poucos, com esforço e não sem muito jeitinho, é que ela vai te dar o direito de descobrir que por trás daquela tristeza orgulhosa se escondiam coisas raras. Coisas raras que ela vai revelar, não para todos, mas só para você.

Isso leva tempo, mas geralmente vale o esforço. Coisa igual acontece com os discos do Wilco e do Radiohead, para ficar em outros dois integrantes do meu all star team. Los Hermanos 4 me pareceu estranho, modorrento, pelo menos nas duas primeiras audições. Mas já começou a se entregar, já conseguiu me fazer sorrir, já vejo ali as minhas pérolas. Promete.

Além do mais, como se vê ali em cima, a capa do CD combina direitinho com o tom deste bloguito. Dizem por aí que este ano o azul-marinho voltou à moda.

4 comentários:

Paulo Polzonoff Jr disse...

Uma grande, gigantesca e homérica porcaria, este disco. Dá um sono danado. Pretensioso demais. Coisa de gente que leva rock a sério. Arght.

Abs forte,

ludovico disse...

Wilco, Radiohead. Acrescente aí Elliott Smith e estão muito bem, Drex.

Ainda não ouvi o Los Hermanos IV. Ouvi quatro músicas avulsas: "O Vento" e "Condicional", que são rocks muito bons, com sentimento e vigor; "Morena", do Camelo, que achei bonitinha, mas que ainda não me fisgou exatamente; e "Paquetá", que achei dispensável. Mas provavelmente vou gostar bastante do disco ao cabo de algumas semanas.

Gravatai Merengue disse...

As Lojas Gravata lançarão vários CDs e DVDs com alguns kits, para alavancar as vendas.

Esse, de losermanos, será vendido num kit com giletes e outros utensílios para o suicídio.

Anônimo disse...

"O Vento" parece música da Marina Lima.

Não sei ainda o que pensar do disco. Acho que é tipo CD novo do Sting (???, pois é, Sting): demoro pra gostar, mas quando vai, vai.

:D

beijo,
gi